Send Your CALL or Congress to fasticongressuum@gmail.com

I Ciclo de Conferências do Monte Padrao: Citânias e Cividades. As primeiras cidades do Noroeste Peninsular -20/04/2018, Monte Córdova (Portugal)

15.03.2018

 

 

 

go to CONGRESS

 

Melhor definidas e problematizadas as coordenadas geográficas, os parâmetros cronológicos e as componentes étnicas, técnico-económicas, sociais e culturais do mundo castrejo do Noroeste Peninsular, encontram-se entre os resultados mais recentes um vasto registo de influências alógenas de feição continental e meridional que atuaram como elemento dinamizador da cultura indígena e que se manifestaram num quadro de relações de longo curso, atenuando a imagem de isolamento que, a partir de referências clássicas, se foi consolidando na historiografia arqueológica portuguesa, como índice de uma área marginal. A complexidade e a natureza dos dados observados constituem o melhor testemunho de que esta zona geográfica, especialmente na faixa litoral, mais que uma finisterra, se configurou como um eixo de comunicação e polo de atração, enquadrado pelos interesses de uma economia à escala europeia, com focos mais ativos irradiantes do Mediterrâneo, constituindo um espaço privilegiado de relações exógenas, que agiram como elemento dinamizador da Cultura Castreja, e servindo como eixo privilegiado de intercomunicabilidade do litoral com o interior, numa dinâmica de proximidade, conferindo à região, já com estimáveis níveis de densidade populacional, um elevado índice cultural. A emergência dos lugares centrais documenta a existência de uma sociedade complexa, estruturada em pequenas capitais, que acompanharam um fenómeno mais vasto, comum a toda a Europa Central e Ocidental, desenvolvido ao longo da II Idade do Ferro.  
 
O encontro científico pretende salientar a importância da Cultura Castreja enquanto valor matricial da identidade cultural e histórica do Noroeste Peninsular, enfatizando a excecional valia patrimonial dos seus principais testemunhos arqueológicos que urge preservar, estudar e valorizar. 
 

 

 

FECHA/DATE/DATA: 20/04/2018

 

LUGAR/LOCATION/LUOGO: Centro Interpretativo do Monte Padrão (Monte Córdova, Portugal)

 

ORGANIZADOR/ORGANIZER/ORGANIZZATORE: Câmara Municipal de Santo Tirso

 

INFO: PDF - inscriçao - museus@cm-stirso.pt  

 

INSCRIPCIÓN/REGISTRATION/REGISTRAZIONE:

 

PROGRAMA/PROGRAM/PROGRAMMA: 

Abertura

10h00 – CMST - Joaquim Barbosa Ferreira Couto

10h15 – DRCN - António da Ponte 

 

Conferências

10h30 – Ladislao Castro Pérez - Reflexións sobre a Arte Galaica da Idade do Ferro.

11h15 – Armando Coelho Ferreira da Silva – A Citânia de Sanfins e as organizações gentilícias entre Douro e Ave.

12h00 – Gonçalo Cruz - Oppida e Romanização: dois fenómenos de mudança cultural na ocupação da Citânia de Briteiros (Guimarães).

12h45 – Debate

 

13h00 / 15h00 - Almoço

 

15h00 – Angel Valdés - ¿De aldea fortificada a caput civitatis? Tradición y ruptura en una comunidad castreña del siglo I d.C.: El poblado de Chao Samartín (Grandas de Salime, Asturias).

15h45 – Yolanda Álvarez González / Luís López González - Castro de San Cibrao de Las. A cidade. 

16h30 – Teresa Pires de Carvalho - Monte Mozinho. Estruturas espaciais - pertinências patrimoniais.

17h15 – Álvaro de Brito Moreira - Castro do Padrão. Génese e desenvolvimento no quadro da proto-história e romanização da área meridional do Noroeste de Portugal.

17h45 – Debate/Encerramento 
 

Please reload

categorías / tags / categorie

Please reload

Fasti Congressuum is licensed under a Creative Commons Reconocimiento-NoComercial-CompartirIgual 4.0 Internacional License
© 2014 by Fasti Congressuum. Proudly created by M. Cristina de la Escosura